logoSintesp

SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO


Ética, competência, dignidade e compromisso com a categoria


Bem-vindo, sexta-feira, 18 de agosto de 2017.

Logo Fenatest Logo Força Sindical
29/02/2016

A saúde da Mulher no âmbito do trabalho


 

O Brasil é ainda um País que detém alguns conceitos que precisam ser mudados. Mas, sabemos que muitas vezes, os processos de mudança são muito lentos

 

Sob este aspecto, além do caso da inclusão dos deficientes no mercado de trabalho, não podemos nos esquecer dos idosos, que dedicaram suas vidas ao trabalho e ao bem-comum, e que, apesar do estatuto próprio, continuam sofrendo humilhações com a falta de apoio da sociedade em geral.

 

Neste sentido podemos citar algumas situações comuns de serem observadas, senão a do desrespeito no transporte coletivo, o sofrimento de pessoas já com a mobilidade reduzida, utilizando ruas e calçadas inadequadas, a discriminação até mesmo nos meios familiares, sem contar com a precariedade na atenção à saúde e a submissão a um sistema previdenciário desumano, que destrói a autoestima de qualquer cidadão.

 

Lembramos também dos inúmeros problemas em relação à discriminação racial, o trabalho escravo, o trabalho do menor, e muitos outros. São mudanças que vem acontecendo mas, que ainda serão palco de muita mobilização da sociedade em busca de resultados reais.

 

E, quando estendemos a questão para a vida da mulher brasileira, da mesma forma, tem muita coisa para se fazer, apesar das conquistas alcançadas.

 

Percebemos que a questão da mulher tem passado por grandes mudanças nos plano político, cultural, econômico e social. A mulher tem buscado e conquistado seu espaço, com reflexos na organização da vida doméstica, no espaço público e na sociedade. Há muito conquistou o direito à educação, o de votar e de ser votada. A participação feminina no mercado de trabalho – formal ou informal - cresce a cada dia, a cada ano e, um número cada vez maior de trabalhadoras assumem o sustento do lar.

 

Nos últimos anos a mulher conseguiu inserir na agenda política nacional e internacional, os problemas relacionados à saúde sexual e reprodutiva, questões discutidas e tratadas no contexto dos direitos humanos, alicerçada na garantia das condições para o exercício pleno desses direitos que são: à liberdade sexual, à erradicação da desigualdade social das relações homem mulher, direito à escolha do número de filhos que desejam e, ao acesso à anticoncepção e à maternidade segura.

 

Há pouco tempo, ela era vista como a única responsável por cuidar da casa e da família. Nos dias de hoje, os homens começam a perceber que também é possível fazer este trabalho – sem perder a dignidade “masculina”, cuidando dos filhos com prazer e dedicação, e colaborando nos afazeres domésticos, de forma solidária, com a mesma dignidade da mulher que o faz.

 

Porém, pela própria cultura, possivelmente associado ao machismo do homem brasileiro, a divisão equilibrada de tarefas domésticas ainda não acontece de fato, pesando sobre as mulheres, as tarefas muitas vezes pesadas do dia-a-dia no trabalho na fábrica, na loja ou no escritório, e as atribuições que não são nada fáceis do dia-a-dia no lar - a famosa dupla jornada de trabalho -, que somente a mulher sabe muito bem, o que isto significa.

 

O caminho a igualdade traz benefícios à saúde da mulher, para a sua qualidade de vida, contribuindo para que esta qualidade se estenda ao homem e aos filhos.

 

Por adonai ribeiro

 

 

 

 

Com relação ao assunto, o SINTESP convida para a palestra

 

“A Saúde da Mulher dentro do Local de Trabalho”

 

Dia 17 de março de 2016, das 14 às 17h na sede do SINTESP, rua 24 de maio, 104, 2º andar, República, São Paulo, SP

 

Palestrante: Silvana Tognini

 

Enfermeira. Doutora em Ciências - FMUSP. Mestre em Ciências da Saúde – FMABC. Especialista em: Saúde do Trabalhador; Gestão em Vigilância Sanitária; Saúde Pública; Administração Hospitalar; Acupuntura; Educação Profissional na Área de Saúde.  Foi Coordenadora da Saúde da Mulher, Criança e Adolescente, Violência Doméstica e Sexual, Comitês de Óbitos Maternos, Infantís-Fetais e Saúde do Trabalhador na DIRII-SA. Secretária Municipal da Saúde de Conchas. Atualmente Professora no Curso de Graduação de Enfermagem - Disciplina Enfermagem na Saúde do Trabalhador. Profissional da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, atuando principalmente nos seguintes temas: Saúde do Trabalhador, Vigilância Sanitária do Trabalho.

 

Evento GRATUITO contará com sorteio de brindes e coquetel de encerramento.

 

 

 

 



Voltar para artigos