logoSintesp

SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO


Ética, competência, dignidade e compromisso com a categoria


Bem-vindo, segunda-feira, 21 de agosto de 2017.

Logo Fenatest Logo Força Sindical
06/09/2016

O SINTESP buscando soluções para aumento da empregabilidade do TST


 

Preocupados, na qualidade de representantes dos TST no Estado de São Paulo, e como continuamos observando grande quantidade de demissões entre os nossos profissionais, estamos empenhados em identificar as causas destas demissões e, consequentemente, buscar possíveis soluções para este problema, que é um dos mais sérios que enfrentamos, e que pode, inclusive, trazer graves conseqüências a uma pessoa, pois tem reflexo direto em seu sustento, de seus familiares, na sua saúde, até mesmo, a mental. Diante deste fato, o SINTESP estará realizando um levantamento das homologações realizadas em nossa sede e regionais, a fim de contatarmos e convidarmos todos os TST para participarem de reuniões, para termos um diagnóstico dos prováveis motivos que os levaram ao desemprego.

 

Sabedores que somos que a nossa profissão requer uma série de requisitos para a sustentação de nossa empregabilidade, temos a certeza de podermos contribuir para que este profissional, ora desempregado, possa em pouco espaço de tempo conseguir uma outra colocação no mercado de trabalho, mantendo e, ao mesmo, tempo evoluindo em sua carreira. Para tanto, usaremos de nosso time de diretores, com grande experiência de atuação dentro dos mais variados ramos de atividades e visão crítica sobre a atuação e o mercado de trabalho, para orientar os nossos representados que comparecerem.

 

Essa é uma ação corretiva, mas que pode ser também preventiva, se os TSTs, que ainda estão empregados, comparecerem para terem nossas orientações e, assim, conseguirem implantar mudanças em sua atuação e postura, certamente com o objetivo de que mantenham seu emprego.

 

É uma hora de reflexão, de adotar uma postura humilde, estando aberto para expor sinceramente suas posturas e admitir onde não foram adequadas, para, assim, aceitar que tem a necessidade de implementar mudanças, de adotar para a sua carreira um processo de melhoria contínua. Ou até mesmo chegar à conclusão que procurou a profissão apenas pelo alto salário, mas que não tem o perfil, não leva jeito para exercer esse ofício e, então, buscar se capacitar para fazer algo, com o qual, conseguindo encontrar mais satisfação no que faz, faça melhor e, consequentemente, alcance o sucesso profissional, que pode ter como benefício uma boa remuneração.

 

É na crise que criamos soluções para questões, que antes passavam despercebidas, mas temos que aproveitar o momento para mostrar aos beneficiários de nosso ofício, que somos um investimento, que podemos agregar valor para a organização, ao evitar, reduzir custos com SST e, por consequência, colaborar para a geração de lucro. Assim contribuiremos progressivamente para mudarmos esta imagem ainda predominante de que somos um alto custo, sendo que a empresa é obrigada pela legislação a nos contratar, refletindo negativamente em nossa atuação como prevencionistas dentro das empresas.

 

O SINTESP sempre esteve e sempre estará ao lado do TST de São Paulo, em todos os momentos. É nossa missão cotidiana.

 

Marcos Antonio de Almeida Ribeiro
Presidente do SINTESP



Voltar para Editoriais