logoSintesp

SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO


Ética, competência, dignidade e compromisso com a categoria


Bem-vindo, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

Logo Fenatest Logo Força Sindical
24/04/2014

Dia 28 de abril: dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho


O movimento do 28 de abril, que é o dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças de Trabalho surgiu no Canadá, por iniciativa do movimento sindical daquele país, como ato de protesto contra as mortes e doenças causados pelo trabalho. Diversas fontes relatam que a data foi escolhida em razão de acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, no ano de 1968, especificamente em 20 de novembro, sem alguma relação com o dia 28 de abril, no entanto se tem notícias de outros dois grandes e históricos acidentes em minas no mesmo estado de Virgínia (Eccles Mina, em 28 de abril de 1.914 e Benwood Mine, em 28 de abril de 1924).

 

Segundo a OIT, desde 1996 se homenageia as vítimas de acidentes e doenças oriundas do trabalho, cuja homenagem é proposta pela International Confederation of Free Trade Unions, que é uma confederação internacional que agrega sindicatos.

 

A data somente foi oficializada pela OIT, pela primeira vez, em 2.001 e, em 2003, a OIT oficializou o Dia Mundial de Saúde e Segurança no Trabalho, para promover uma conscientização sobre prevenção. O fato é que esta campanha foi proposta no dia 28 de abril e, talvez, por este fato, algumas pessoas entendem que o Dia Mundial em Memória das Vitimas de Acidentes e Doenças do Trabalho tenha sido iniciado somente em 2003.

 

O movimento foi se espalhando por diversos países, inclusive o Brasil, cuja data é marcada por mobilizações de diversos organismos, principalmente os sindicais, cujas atividades são marcadas por denúncias e reflexões sobre a saúde do trabalhador. 

 

Na verdade, não importam as questões que deram origem ao movimento, e sim, o que ele representa, aliado às ações voltadas ao enfrentamento dos problemas causados pelos acidentes e doenças no trabalho, à precariedade dos ambientes de trabalho. Estas sim, deveriam mobilizar – de fato – a sociedade, em todo o mundo.

 

Voltar para Notícias