logoSintesp

SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO


Ética, competência, dignidade e compromisso com a categoria


Bem-vindo, segunda-feira, 11 de dezembro de 2017.

Logo Fenatest Logo Força Sindical
28/10/2015

SINTESP prestigia aniversário da Fundacentro


 

Lançamento de Selo comemorativo e slogan marcam os 49 anos da entidade

 

Como representantes do SINTESP, o presidente Marcos Antonio Ribeiro e o diretor Cosmo Palácio, estiveram na cerimônia que celebrou a trajetória de quase meio século da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho – Fundacentro, como órgão do Ministério do Trabalho e Previdência Social para implementação das políticas prevencionistas. No dia 21 de outubro, na sede da instituição em São Paulo (SP), a presidente, Maria Amélia Gomes de Souza Reis, reuniu a diretoria, membros das regionais e convidados para o lançamento do selo comemorativo e do slogan “Meio Século de Segurança e Saúde no Trabalho”, que marca o cinquentenário de atuação diante dos programas de medicina ocupacional pelo Centro Técnico Nacional - CTN.

 

“É uma grande satisfação poder comemorar a plena atividade de uma instituição de papel tão relevante para todos os profissionais brasileiros. Nesses 50 anos, a Fundacentro representa a maior referência no setor e as iniciativas fortalecem o bom desempenho dos sindicatos diante das categorias que defendem. Realmente merece todo o nosso reconhecimento”, disse Marquinhos.

 

Pioneiros na criação da Fundacentro, os médicos do trabalho René Mendes e Joaquim Dantas; e o engenheiro de Segurança, Leonídio Ribeiro, estiveram na comemoração dos 49 anos da instituição e receberam os parceiros e amigos.

 

A Fundacentro foi criada pela Lei nº 5.161, de 21 de outubro de 1966, período do regime militar no Brasil, durante o V Congresso Nacional de Prevenção de Acidentes, e tinha o objetivo de apoiar as ações do Estado com a colaboração da universidade, de organizações públicas e privadas, além de trazer contribuições de organismos internacionais como a Organização Internacional do Trabalho e o Fundo Especial das Nações Unidas. Nessa época, o país sofria pressão da OIT pela quantidade enorme de acidentes do trabalho, o que fez da Fundacentro uma entidade fundamental na redução de vítimas.

 

Assim foi mudada a realidade de alto índice de acidentes e mortes no trabalho no Brasil, com a criação do Ambulatório de Doenças Profissionais, da Biblioteca da Fundacentro como Centro de Documentação em Saúde Ocupacional, de convênio com o Centre International d´Informations de Sécurité et d´Hygiène du Travail – CIS, da OIT, bem como as parcerias com Faculdade de Saúde Pública da USP e com o Serviço Social da Indústria – Sesi. Já internacionalmente, granhou representatividade com instituições renomadas como o British Safety Council (Reino Unido); National Safety Council (EUA e Australia); Institut National de Recherche et de Sécurité – INRS (França); Instituto Nacional de Medicina y Seguridad del Trabajo (Espanha) e Consejo Interamericano de Seguridad; Ente Nazionale per la Prevenzione dei Infortuni de Lavoro (Itália).

Voltar para Notícias