logoSintesp

SINDICATO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO NO ESTADO DE SÃO PAULO


Ética, competência, dignidade e compromisso com a categoria



Fone: (11) 3362-1104/ Whatsapp: (11) 9-4732-2406

Bem-vindo, quinta-feira, 06 de agosto de 2020.

Logo Força Sindical
20/12/2019

2020: com união vamos reforçar nosso DNA Prevencionista


Caros prevencionistas Técnicos (as) de Segurança do Trabalho.

 

Estamos, mais uma vez, direcionando a sua atenção para a importância da nossa categoria no contexto prevencionista desse País, destacando como ponto de interrogação e reflexão neste editorial de fim de ano, uma pergunta para os nossos leitores: "2020, o que teremos pela frente, quais os maiores desafios que precisaremos superar?"

 

No limiar desse novo modelo de administração do governo recém-eleito pelo voto popular, pouco se sabia da sua real extensão, a não ser as divulgadas no seu programa de trabalho proposto durante a campanha política.

 

Diante do quadro político, social e econômico que vinha se desenhando na época era de se esperar muitas mudanças, inclusive, na área da Segurança e Saúde do Trabalho, algumas até necessárias e esperadas, para atender a demanda dos avanços tecnológicos do nosso tempo, sendo justificadas no mundo empresarial e políticos, como forma de fazer frente à competividade do mundo globalizado, ampliando o mercado de trabalho, desburocratizando o sistema e criando segurança jurídica, possibilitando, assim, mais empregos.

 

No entanto, promover o enxugamento de 90% das normas regulamentadoras a toque de caixa, sem uma discussão ampla dos envolvidos tecnicamente, com objetivo de mais atender uma agenda do que chegar a um consenso é, simplesmente, rasgar e jogar no lixo a Portaria 3214/78, em sua NR-4, maculando a imagem e memória dos profissionais do SESMT, que tanto contribuíram para que, de forma dedicada e corajosa, fossem reduzidos drasticamente os números de acidentes e doenças, que mataram e mutilaram milhares de brasileiros no correr desses anos.

 

Para os representantes do novo governo, as medidas a serem implantadas vão customizar, desburocratizar e simplificar as normas regulamentadoras, permitindo um ambiente de trabalho saudável, confortável, competitivo e seguro, mas o que presenciamos é um ataque feroz e inconsequente, atingindo à todos os trabalhadores, especialmente os profissionais do SESMT, que agora se veem diante de uma possível terceirização deste serviço, que tanto contribuiu para que o nosso País saísse da posição incômoda de campeão mundial de mortes e de acidentes do trabalho.

 

Portanto, meus amigos, a “sorte” está lançada, e só nos resta uma única saída: unir forças em torno de um objetivo comum, utilizando todas as ferramentas que temos em mãos, sem perder a visão do nosso DNA Prevencionista e nos mantendo unidos e continuar na luta, torcendo para que os Serviços Especializados em Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT, não seja TERCEIRIZADO/PRECARIZADO, por meio do qual, com certeza, o mais afetado será o nosso trabalhador.

 

E QUE VENHA 2020! NA CERTEZA DE QUE JUNTOS FAREMOS UMA GRANDE DIFERENÇA.



Voltar para Editoriais